s carnes encerraram os primeiros dez dias de agosto (seis dias úteis de um total de 21 dias úteis no mês) com um resultado que corresponde a novo recorde nas exportações: receita média diária de US$79,555 milhões, valor 13,5% superior ao alcançado em julho passado e mais de um quarto (26,2%) maior que a média diária de agosto de 2013. O recorde anterior, de US$71,629 milhões/dia, persiste desde novembro de 2011. 

As três carnes estão contribuindo para esse resultado. Mas no tocante à carne de frango, especificamente, à primeira vista somente o menor número de dias úteis do mês (21, contra 23 dias úteis do mês anterior), pode impedir que se supere a marca de julho passado, ocasião em que os embarques do produto in natura alcançaram o segundo maior volume da história. Porque, em essência, a média embarcada nos seis primeiros dias úteis de agosto corrente, da ordem de 15.430 toneladas/dia, vem sendo quase 5% maior que a do mês anterior.

O volume registrado no decêndio sugere embarque mensal da ordem de 324 mil toneladas – só de produto in natura – resultado que, se confirmado, corresponderá ao segundo melhor desempenho do setor nos últimos 24 meses. Ou seja, estará abaixo, nesse período, apenas do volume registrado em julho último – mas em decorrência, somente, do menor número de dias úteis de agosto.

Convém lembrar, entretanto, que os seis primeiros dias úteis de agosto corresponderam a menos de um terço do total de dias úteis do mês. Quer dizer: resultados ainda melhores podem surgir.

Fonte: Agrolink