A disponibilidade de mandioca segue alta em todas as regiões acompanhadas pelo Cepea e, na expectativa de continuidade das quedas no início de 2015 e com interesse em “fazer caixa”, produtores continuam avançando com a colheita. Por outro lado, as indústrias estão menos ativas, já entrando em recesso de final de ano.

Como houve excedente de matéria-prima, os preços continuaram baixando nas regiões acompanhadas. Farinheiras, por sua vez, mantiveram o ritmo de processamento até meados da semana passada e a mandioca ofertada foi suficiente para atender a demanda.

Diante da grande disponibilidade de mandioca para o próximo ano, colaboradores do Cepea têm expectativa de que os preços continuem baixando no início de 2015, o que poderá comprometer ainda mais a rentabilidade da cultura. Somente com maiores produtividade e teor de amido haveria competitividade da produção de mandioca.

No entanto, a produtividade não tem aumentado de forma significativa e o teor de amido tem apresentado constantes quedas.

Fonte: agrolink