O município paranaense de Goierê vai ganhar uma nova fábrica de fertilizante organomineral produzido a partir de resíduo de "cama de frango". O projeto, pertencente à companhia Organobras, já começou a ser construído e deve estar operando no final de 2016. A tecnologia para esse projeto foi fornecida pela Embrapa Solos, a partir de parceria com a Calderon Consulting.

A produção deve alcançar 25 mil toneladas por ano, com expectativa de faturamento de R$ 35 milhões em dois anos. A "cama de frango" é o material depositado no piso do aviário e que vai, aos poucos, recebendo excreções, restos de ração e penas. Acaba formando um adubo orgânico que pode ser utilizado para a preparação do solo.

A planta da nova fábrica está localizada próxima a muitos aviários, a fornecedores de matéria orgânica e ao mercado consumidor. O produto, garante a Embrapa, é sustentável, já que não produz resíduos e nem gases do efeito estufa.

Por causa da destacada produção de grãos, que requer milhões de toneladas de fertilizantes, a região possui potencial tanto para fornecer matéria-prima quanto para consumir adubo.


Fonte: Agrolink