As cotações do trigo em grão estão firmes no mercado interno, mas a liquidez está baixa, devido à menor presença de compradores. Segundo agentes consultados pelo Cepea, as vendas de farinhas neste início de ano estiveram fracas, o que reduziu as compras de trigo em grão por parte de agentes de moinhos. No entanto, com estoques reduzidos, a expectativa é de que estes moinhos retomem as compras do cereal em volumes mais expressivos já nos próximos dias.

Do lado vendedor, enquanto parte dos triticultores está retraída, à espera de preços maiores, outros preferem negociar o grão, no intuito de liberar espaço para a entrada de produtos da safra verão, que já começam a ser colhidos em algumas regiões brasileiras.

Fonte: Agrolink