O faturamento chegou a 1 milhão 356 mil reais durante o evento que celebrou a criação e a genética ovina em Sant’Ana do Livramento .

Os números da edição de 2016 da Expofeira de Ovinos de Verão de Sant’Ana do Livramento destacam a evolução da qualidade do rebanho, a diversidade das raças e o empenho das propriedades e das entidades rurais que realizaram o evento: durante quase um mês da feira (ocorrida de 07 de janeiro a 04 de fevereiro), a agenda de remates envolveu mais de 20 cabanhas e estâncias que ultrapassaram a marca de 1.356.000 reais comercializados na venda de 1.687 animais das raças Ideal, Corriedale, Texel, PollDorset, Île de France, Merino Australiano e Merino Dohne.

“A ovinocultura está cada vez mais se destacando e ganhando força no Brasil e este reflexo nós vemos aqui nas vendas que foram realizadas na Expofeira. Uma das coisas que nos surpreenderam positivamente, foi o acréscimo de novas cabanhas que realizaram remates e participaram das atividades da feira e também o aumento significativo da presença de jovens envolvidos no trabalho realizados pelas suas famílias e empolgados com a vida no campo”, ressalta o presidente da Associação Santanense de Ovinocultores, Jair Menezes.

Julgamentos e premiações também integraram a intensa programação da Expofeira que trouxe para o Parque de Exposições Augusto Pereira de Carvalho os melhores exemplares do rebanho ovino criado nos campos santanenses. Possibilitando assim, a oportunidade de apresentar ao público e aos potenciais compradores o alto nível de qualidade dos animais provenientes de Sant’Ana do Livramento, município que já é reconhecido por contar com o maior rebanho ovino do país.

Luiz Cláudio Andrade, presidente da Associação e Sindicato Rural de Sant’Ana do Livramento que é a entidade promotora do evento, salienta a relevância que acontecimentos como este agregam à economia da região e valorizam o trabalho que é desenvolvido no campo: “Aqui em Sant’Ana do Livramento, mesmo com o grande destaque do setor agrícola e da bovinocultura, ainda temos uma economia bastante voltada para a pecuária ovina. O que nos proporciona a geração de impostos ao município e abre uma forte fonte de empregos, pois o trato da ovelha necessita de bastante mão de obra”.

Outro destaque da feira é o 18º Mercotexel, evento que acontece dentro da Expofeira de Ovinos de Verão e, neste ano, teve como homenageado o produtor santanense David Martins, que desde 1973 se dedica exclusivamente à criação de Texel. Segundo ele, a raça se adaptou muito bem aos campos do pampa. “O Texel é por excelência uma raça produtora de carne de qualidade, e outra virtude é que ela corrige, em cruzamentos, as carcaças das outras raças e, por consequência, melhora a qualidade da carne”, observa.

Além de negócios, premiações destacaram os melhores animais das raças, entre eles, a 6ª Exposição Nacional de Texel, onde foram anunciados os resultados do Ranking da Raça Texel de 2015. Quem lidera o ranking é a Cabanha Santa Orfila, de Sant’Ana do Livramento, com 1.393,7 pontos.

A 38ª Expofeira de Ovinos de Verão encerra atingindo a meta de faturamento prevista para esta edição e, também, o seu objetivo de evidenciar as potencialidades da ovinocultura local através da união entre a tradição da Associação e Sindicato Rural, o engajamento dos núcleos e associações, a elevada qualidade das propriedades rurais e a visão de negócios dos empreendedores da região.


Fonte: Agrolink