A oferta mundial de pluma deve ser 86,4% maior do que a demanda na safra 2014/15. Mesmo com a queda de 2% na produção (25,16 milhões de toneladas), e elevação de 3% no consumo (24,19 milhões de toneladas), os elevados estoques mundiais, devem crescer em 5% em relação à safra 2013/14. 

No entanto, o quadro não é alarmante para os preços mundiais da pluma, que devem se manter nos patamares atuais.  
Hoje, aproximadamente 60% dos estoques mundiais estão em posse da China, segundo dados do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea).

De acordo com a política atual, esses estoques não devem vir ao mercado de uma só vez, enquanto os estoques mundiais fora da China vêm sofrendo quedas nas últimas safras, evitando o quadro de pessimismo.
Fonte: Agrolink