De acordo com o Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA), a colheita de arroz no estado atingiu 19,3% da área, equivalente a 208,23 mil hectares. Em relação com a semana anterior o avanço foi de 8,5 pontos percentuais. A área total semeada neste ciclo foi de 1,08 milhão de hectares.

A Fronteira Oeste segue com o maior progresso, de 39,4% da área colhida. Já a região mais atrasada é a Depressão Central, com 6,7% dos trabalhos finalizados.

Quanto aos preços, houve queda de 3,0% na parcial de março até dia 18, frente a fevereiro e está cotado, em média, em R$40,66 por saca de 50 quilos.

Mesmo assim, na comparação com o mesmo período do ano passado (2014/2015) foi registrada alta de 13,6%, em média, no Rio Grande do Sul.

A expectativa em curto prazo é que os preços sigam em queda, motivados pelo aumento da oferta. Parte das indústrias aguardam recuos mais significativos para negociar maiores volumes.

No entanto, em médio e longo prazos a oferta ajustada a demanda e a expectativa de queda na produção devem pressionar um cenário de alta para o grão.


Fonte: Agrolink