O ministro da Agricultura argentino, Ricardo Buryaile, anunciou um acordo com o seu par brasileiro, Blairo Maggi, para levantar qualquer trava burocrática que impida o acordo entre privados para a venda de 51.600 toneladas de leite em pó previstas para junho deste ano e maio de 2017. Além disso, os dois ministros iniciaram "diálogos técnicos" para promover um acordo que permita o comércio de carne de porco fresca.

"O Brasil é um sócio estratégico para nosso país, pela decisão de flexibilizar e também avançar nos acordos de comercialização de carne suína, significa que há vontade de que a região cresça e amplie seus negócios internacionais," disse Buryaile.

O acordo referente ao leite em pó foi feito entre o Centro da Indústria Leiteira da Argentina com a Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil.


Fonte: Agrolink