Alunos da Escola Estadual José Acácio da Silva, de Água Comprida, município do Triângulo Mineiro, estão saindo da rotina escolar e aprendendo a cultivar hortaliças e a valorizar uma alimentação mais saudável. Eles participam do projeto Horta na Escola, desenvolvido pela Emater-MG em parceria com o estabelecimento de ensino. São 28 alunos envolvidos diretamente na iniciativa, que deve beneficiar 500 estudantes.

A horta escolar é considerada uma alternativa para promover o conhecimento técnico sobre a produção de hortaliças e melhorar a qualidade de vida dos alunos. As atividades são acompanhadas por técnicos da Emater-MG. Segundo o extensionista da empresa, Roberto Mendes, o projeto destaca a importância de uma alimentação saudável e a produção de hortaliças com sustentabilidade e responsabilidade social e ambiental.

 “O objetivo é produzir alimentos saudáveis, que propiciem segurança alimentar sem a adição de produtos químicos”, diz Mendes.Nas oficinas do projeto, os alunos estão envolvidos em atividades para identificar algumas hortaliças e suas funções nutricionais, técnicas de plantio, confecção de canteiros, compostagem, higienização e degustação.

“O Horta na Escola é muito importante, pois incentiva nossos alunos a terem uma alimentação saudável”, enfatiza o diretor da Escola Estadual José Acácio da Silva, Luís Fernando Oliveira.

O aluno do oitavo ano, Carlos Custódio Rocha, conta que, com o projeto, aprendeu a valorizar mais a atividade de produzir alimentos. “Aprendemos a  cuidar melhor do solo onde vivemos e que nos alimenta. Cada aula é um ensinamento para toda a vida, com uma alimentação mais natural, saúde e educação ao mesmo tempo.”

A implantação da horta foi possível com a doação de sementes feita pela Emater-MG. No espaço são cultivados cenoura, cebolinha, agrião, couve,  rabanete, repolho e brócolis, entre outros. Tudo o que é produzido na horta vai para a merenda da escola, enriquecendo a alimentação de cerca de 500 alunos.

Segundo a coordenadora técnica regional da Emater-MG, Guilhermina Maria Severino, a expectativa é que os alunos se conscientizem da importância da produção de alimentos, segurança alimentar e o trabalho em equipe.

“Também esperamos motivar os estudantes para a produção de alimentos como opção de trabalho e geração de renda, ou seja, que no futuro tenhamos produtores de hortaliças no município de Água Comprida”, afirma.  O Projeto Horta na Escola conta ainda com a parceria do município e do Conselho municipal de Desenvolvimento Rural sustentável.



Fonte: Agrolink